Um pouco de mim…

Div
Sempre gostei do mundo incorporeo, sempre gostei de segredos e enigmas, sempre me imaginei como mensageira de alguma verdade absoluta. Podia ser um querubim atingindo a plenitude da sabedoria e da ciência. Poderia ser poderosa ou simplesmente abençoada. Poderia ser a guardiã suprema de algo inimaginável, ou omnisciente. Poderia estar cheia de amor e derrama-lo aos sete ventos. Poderia não experimentar o egoísmo, a separatividade, o desejo, a possessividade, o ódio, o medo a revolta ou a amargura. Poderia ser a dona dos quatro elementos. Sempre gostei da inocência e virtude, sempre quis voar, por isso tatuei um anjo em mim. E então percebi que “as asas dos anjos voam, sim. E mais do que isso: fazem-me voar, e como? por aquilo que são, por aquilo que mora no meu corpo, pela arte, pela musica e com a alma, e por ela voo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s