Para a minha irmã…

Ás vezes não existem palavras que conseguem definir o tudo que temos cá dentro. A partilha de um genótipo, caracteristicas fenótipicas mais ou menos evidentes. Os momentos desejados, as brincadeiras idealizadas com os bonecos perfeitos a partilha de uma mãe, de um pai, de uma cama, de uma vida. Uma vida entrelaçada noutra vida. As zangas inutéis e caracteristicas de qualquer fase da vida. O amor, o orgulho, a pertença, as raízes, a aprendizagem um todo que hoje o sentes teu. Como disse às vezes as palavras não servem de nada porque podes usar um turbilhão delas e ainda assim não conseguires transpor em palavras o que te vai na alma. Amo-te? Obrigado? Fazes parte de mim… és minha, és a minha irmã.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s