Cultivo a planta…

Ao fechar os olhos apaga-se o universo, uma pequena cortina para uma etapa tão imensa, falta-te alguma coisa, sentes-te só, não importa, porque um coração grande enche-se com pouco. Não estás só se falas com a almofada, e sofrer é a forma de estares activo sem fazer nada. Embebedar-se não substitui a falta de companhia, porque te enches de solidão enquanto a garrafa se esvazia. É igual cervejas ou cubatas, beber alcool não é mau, pior é a água que se não bebes te mata. Deixei de contar ovelhas para poder dormir, e conto os defeitos que quero corrigir. Não me fio, é tudo mentira, e porquê acreditares no relógio se em cada vez que olhas para ele, encontras uma hora diferente? Fico carregada, fico amargada, a agonia uma palavra bem curta que por vezes a sentimos tão comprida.
Intimidade precisamos todos, o sol poe nuvens à sua frente como cortina porque quer estar sozinho. Existem milhões de pessoas na terra e ainda assim há quem passeie isolado pelas ruas em pleno dia. Adão talvez tenha sido preto, Eva talvez branca sim, deve ser por isso que a cor do futuro é cinzenta. Vivemos em prisões de humor, conhece-te a ti mesmo é dizer, corre todos os bares. Ouve aquilo que te pode interessar. As amizades não te negam, mas ainda existem agendas minusculas para gente com poucos colegas, e com a familia terminarás por romper, e deixas uma mãe para fazer mãe a outra mulher. Dá-me pena, é a voz do inimigo que nos acusa e o silêncio do amigo que nos condena. Se ouves as notas da mu-si-ca, está em do, pode estar em re mas não as procures em fa só porque essa é a tua arma, a musica a companheira que tu mesmo escolhes. É por ser simples por fora e complicada por dentro que me encontro sozinha, mas também não funciono como um aeroporto, porque a minha vida não depende de quem chega ou que vai…Afinal ter companhia não me fascina, o primeiro beijo é mágico, o segundo íntimo e o terceiro rotina, ainda doem os romances que já são história, nenhum amor morre só muda de lugar na memória. Ainda que economicamente a coisa esteja melhor, nao se pagam com dinheiro as dividas do coração….fica o perfume na cama que te lembra da presença mas depois, só cheiras a ausência. O mistério, ir passear o cão é a desculpa para o homem solitário dar um passeio. E sem querer cultivamos a solidão como uma planta, fechar-te em casa é dar-lhe calor e chorar é rega-la. Mas às vezes, mais vale só que mal acompanhado…Como la soledad comienza….Xhellaz

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s