“Quando Vera Trocado despertou, certa manhã, de um sonho agitado viu que se transformara, durante o sono, numa espécie monstruosa de insecto…”

Ao contrário de Gregor que nunca deu verdadeiramente conta que se tinha transformado num insecto, Vera Trocado acordou logo com a sensação de estar presa num corpo que não é seu…Sensação essa que vai muito além da modificação fisica, sensação de perda – de identidade, de comportamentos, de atitudes de prisão de desespero. Vera Trocado quer sair desse corpo de animal estranho e passivo e voltar a privar verdadeiramente no mundo dos Humanos. Vera Trocado, não se acomoda sem realmente saber no que se tornou. Sem saber quem é. Vera Trocado não se acomoda a ser apenas mais um “caixeiro-viajante”…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s