Chamem-lhe o que quiserem…

… eu chamo-lhe mania, mania de sorrir quando só me apetece chorar. Mania de esculpir uma dura casca onde se esconde toda a sensibilidade que não pode ser ferida. Nem tudo o que reluz é ouro. Nem tudo o que parece é. Vocês podem dizer o que quiserem, eu digo que as lágrimas são definitivamente menos importantes que os sorrisos. Escondo-me numa dura casca. Mas não sou uma casca dura.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s